CONCENTRAÇÃO NOS ESTUDOS

Um dos fatores que mais influencia a qualidade dos estudos é a capacidade de concentração mental do estudante.
Você tem facilidade em se concentrar para estudar? Ou os seus pensamentos ficam vagando e a toda hora você precisa “lembrar” o que está fazendo?
Independentemente do seu nível de concentração, sempre é possível aumentar a eficiência dos estudos com atitudes que ajudam a melhorar o foco e a atenção.
Leia este texto até o final e descubra como melhorar a concentração nos estudos, aumentando o seu poder de entendimento e memorização do conteúdo estudado.

1. Necessidades fisiológicas

necessidades-fisiologicas-concentracao

Todos nós precisamos satisfazer algumas necessidades básicas que são imprescindíveis ao bom funcionamento do nosso corpo.
Água, comida e temperatura agradável são exemplos de necessidades que dificultam ou até mesmo impedem a nossa concentração.
Por mais capacidade de concentração que você tenha, será muito difícil estudar e lutar contra a sede, a fome, o frio, o calor, o sono ou a vontade de ir ao banheiro.
Por isso, antes de iniciar o seu tempo de estudos, satisfaça todas as necessidades fisiológicas que o seu corpo estiver pedindo.
Só tome cuidado para que isso não se torne uma desculpa para procrastinar e adiar o início dos estudos.

2. Horário fixo

horario-fixo-estudos

Ter um horário fixo para os estudos é uma excelente maneira de fazer o seu cérebro se concentrar e entender que determinado horário é o momento de estudar.
Ao determinar um horário exato para iniciar e terminar o seu tempo de estudos, você terá menos dificuldade em dominar os seus pensamentos e parar de ficar “viajando” por aí.
Uma boa dica, após definir o seu horário, é pensar “agora é o meu período de estudos e eu não vou pensar nisso até o horário X”, toda vez que um pensamento alheio aos seus estudos vier à mente.

3. Estudo dinâmico

Outra questão que atrapalha muito a concentração é a monotonia.
Sempre estudar da mesma forma, sem nenhuma alteração no método, traz um desgaste e uma falta de motivação ao estudante.
Por isso, busque sempre alternar a forma e o método de estudo, sempre atento para a eficiência da técnica utilizada.
Algumas ideias simples são:
1. Alternar entre estudo do conteúdo e exercícios sobre o que foi estudado (essa prática, além de auxiliar na concentração, aumenta a fixação da matéria);
2. Ler em voz alta;
3. Ler de pé;
4. Gravar partes importantes do conteúdo e depois escutar a sua gravação (também é uma ótima forma de fazer revisões);
5. Criar mapas mentais.

Intervalo e recompensa

Sabe de uma coisa que o seu cérebro adora?
Recompensa!
Todos nós gostamos de sermos recompensados pelo trabalho realizado e a recompensa é um grande fator motivacional.
Assim, estabeleça intervalos no seu período de estudos e bole pequenas recompensas para motivá-lo.
Essas recompensas devem ser rápidas e não podem tirar a sua atenção dos estudos.
É desaconselhável recompensas que possam distrair a sua concentração e fazer você “viajar” em outros assuntos, como, por exemplo, navegar no Facebook ou verificar suas mensagens no WhatsApp.
Algumas boas ideias de recompensas são:
1. Uma fruta ou outro alimento que você goste muito (cuidado com a saúde – não vá se entupir de chocolate ou outras guloseimas! rs);
2. Se você sente prazer em se exercitar, uma pausa para uma série de abdominais e flexões de braço pode ser uma excelente recompensa;
3. Um simples copo de água;
4. Caso você tenha um animalzinho de estimação, um momento descontraído com ele é uma ótima ideia também.

Técnicas de Estudo e Memorização

tecnicas-estudo-memorizacao

Você já deve ter vivido a péssima experiência de ler ou estudar algum conteúdo e logo depois não lembrar de quase nada.
Isso é horrível, não é mesmo?
Pois saiba que a melhor maneira de você acabar com o famoso “branco”, principalmente na hora da prova, é investir em técnicas de estudo e memorização.
Você pode encontrar essas técnicas espalhadas em vários artigos pela internet, mas não há nada como fazer um bom curso com um especialista da área.
Saiba mais clicando aqui!
Por fim, dê uma olhada neste vídeo que ensina um exercício para concentração:

Bom Estudo Turbinado!

Anúncios

5 DICAS PARA ORGANIZAR OS ESTUDOS

dicas-para-organizar-estudos-livros

Você é daquelas pessoas que estuda cada dia em um horário diferente e sem nenhum critério?
E na hora de estudar? Você simplesmente senta, abre o livro e começa a ler?
Pois saiba que o planejamento e a organização é uma das etapas mais importantes dos estudos.
Agora, vamos ver algumas dicas para planejar e organizar os estudos.

1. Organize sua agenda

organize-sua-agenda

O primeiro passo para quem deseja se organizar é realizar a organização de uma agenda, ou seja, escrever as principais atividades a serem realizadas durante a semana.
A ideia é que você tenha ciência de onde está utilizando o seu tempo.
Escreva os horários em que você está ocupado (trabalho, estudo, cursos, afazeres), os horários de descanso e de atividades físicas (academia/esportes), bem como o tempo gasto nas locomoções, refeições e higiene pessoal (banho, por exemplo).

2. Crie tabelas

tabela-organizar-os-estudos

A melhor maneira de organizar visualmente as informações da agenda que você montou no item anterior é utilizando uma tabela.
Além da tabela contendo os horários da sua agenda semanal, é muito interessante e produtivo criar tabelas com as tarefas que você precisa realizar e, principalmente, uma tabela com as disciplinas a serem estudadas.
Nessa tabela de estudo, você deve definir além do que você vai estudar cada dia, o tempo que será dedicado para cada matéria.
Tenha em mente que existem conteúdos mais fáceis e mais difíceis, o que difere para cada estudante.
Assim, na hora em que for definir o tempo de estudo de cada disciplina, separe mais tempo para as matérias em que você tem maior dificuldade e menor conhecimento.

3. Utilize cores e formas

cores-e-formas

Na hora de estudar, efetivamente, utilize canetas, lápis e grifadores coloridos, de acordo com cada assunto a ser estudado.
Utilize, também, círculos e outras formas geométricas para destacar conteúdos e termos importantes.
O cérebro adora cores e formas diferentes. Por isso, use e abuse desses recursos.

4. Aprenda a estudar

Você já deve ter ouvido falar que o bom lenhador dedica um grande tempo para afiar o seu machado todos os dias.
Isso também vale para o estudante.
O bom estudante deve sempre buscar aprender a estudar com eficiência.
Para isso, você precisa aprender métodos e técnicas de estudo e memorização.

5. Invista em você

invista-em-voce

Por fim, complementando o item anterior, uma das dicas mais importantes: Invista Em Você!
Busque aprimorar os seus conhecimentos por meio de cursos, treinamentos e workshops.
Dedique tempo não só para as matérias e disciplinas que você precisa estudar, mas também para adquirir conhecimentos sobre como melhorar os estudos, como memorizar e como organizar o seu tempo.
Conheça Agora! Curso de Memorização para mudar sua mente para sempre!
Bom Estudo Turbinado!

CONSELHOS GERAIS PARA MELHORAR OS ESTUDOS

estudar

Estudar é uma atividade que exige esforço físico e mental.
Por isso, quem deseja conseguir mais eficiência nos estudos deve seguir algumas recomendações.
Essas recomendações buscam aumentar a produtividade no tempo dedicado aos estudos, fazendo com que o estudante tenha melhores resultados em um menor espaço de tempo.

1. Descanso

Muitos estudantes negligenciam seu período de descanso, por acharem que obterão melhores resultados ao substituírem horas de sono por horas de estudo.
Porém, o sono é restaurador e constitui etapa indispensável à construção das memórias de longa duração.
É óbvio que dormir doze horas por dia não trará benefício adicional nenhum, mas um bom período de sono, entre seis e oito horas, é um hábito saudável e extremamente benéfico a todo estudante.
Por isso, procure manter uma rotina de descanso que inclua, além do tempo ideal (seis a oito horas), condições que favoreçam um sono tranquilo e restaurador.
Entre essas condições, podemos citar: manter um horário certo para dormir e acordar, conservar o local de descanso escuro e silencioso, evitar assistir à TV e utilizar computador e celular uma hora antes de deitar, fazer refeições leves à noite.

2. Atividade Física

atividade-fisica

O exercício físico é indispensável tanto para a saúde do corpo quanto para a saúde da mente.
Provavelmente você já ouviu a antiga citação latina “mens sana in corpore sano”, que significa “mente sã num corpo são”.
Praticar uma atividade física trará uma melhora também para a sua mente, auxiliando inclusive na sua concentração.
De bônus, o exercício fará com que você tenha um sono com muito mais qualidade.

3. Organização e Planejamento

Organização e planejamento são essenciais para um melhor aproveitamento do tempo de estudo.
A fase do planejamento é, sem dúvidas, uma das mais importantes, pois ela possibilitará um estudo mais focado e o estabelecimento de metas e objetivos bem definidos.
Defina o seu objetivo de estudos e elabore um planejamento que estabeleça metas bem claras e específicas para atingir o seu alvo.
Separe as matérias de acordo com a extensão e a dificuldade delas, elaborando uma grade de estudos que especifique bem o dia e o tempo que será dedicado a cada uma das disciplinas.
Organize o seu ambiente de estudo, buscando evitar distrações e interrupções quando estiver estudando.
É preciso, também, organizar o seu material de estudo e de apoio, de acordo com seu planejamento, para que você tenha disponível tudo o que for necessário, evitando desperdício de tempo.
Pense em todas as coisas que você pode precisar e crie o hábito de arrumar tudo antes de iniciar os estudos. Não se esqueça da água, do caderno para anotações e das canetas para grifar textos.

4. Concentração

estudo-concentracao

Tenha em mente que a qualidade do tempo de estudo faz toda a diferença.
Estudar com a adequada concentração traz um resultado muito mais eficiente, gerando mais aprendizado em menos tempo e com menos esforço.
Para se concentrar, além de seguir os três passos anteriores, busque aliviar as tensões do dia a dia.
Uma boa dica é a prática da meditação ou de outra atividade que promova relaxamento e controle da mente.
Por fim, na hora de estudar, busque se desvencilhar dos pensamentos alheios ao estudo e evite ao máximo todo tipo de desatenção.
No início, tudo parece difícil, mas com a prática, você conseguirá se concentrar cada vez mais.
Bom Estudo Turbinado!